PontesVolume 8Número 7 • novembro de 2012

BRICS: mais parceiros que concorrentes?


Discuss this articleShare your views with other visitors, and read what they have to say

No contexto de crise econômica, que desafia a capacidade de recuperação de países desenvolvidos, bem como de instituições como a União Europeia, historicamente consagrada como projeto de integração de sucesso, adquirem relevância propostas e alternativas articuladas pelos países emergentes. As expectativas e projeções que circundam os BRICS estão principalmente relacionadas quanto à sua capacidade de alavancar a economia mundial à medida que buscam se consolidar como uma liderança global. Nesse sentido, a edição do Pontes que chega até você, nosso(a) leitor(a), visa a contribuir para a compreensão das perspectivas e dos desafios que se colocam aos BRICS.

No primeiro artigo desta edição, Lucy Corkin trata da atuação do Eximbank da China em Angola, sob o pano de fundo da estratégia going global do país asiático. A China é ainda o tema central do artigo assinado por Elisa Baroncini, que aborda questões atinentes ao protocolo de acessão do país à Organização Mundial do Comércio (OMC), a partir do caso da restrição à exportação de matérias-primas submetido ao Órgão de Apelação da OMC.

Atento à relevância da questão energética para a continuidade do crescimento econômico dos BRICS e às pressões pela utilização de fontes sustentáveis, Paulo Henrique Chamon volta-se para os desafios e potenciais da cooperação entre os países do grupo nessa seara.

Finalmente, este número traz dois editoriais elaborados por nossa equipe. Ambos buscam colocar em discussão possíveis limitações dos BRICS como um canal de articulação de soluções e propostas conjuntas. O primeiro discute a disputa comercial envolvendo Brasil e África do Sul em torno da carne de frango, caso que ilustra como essas economias emergentes, ao buscarem ampliar seu acesso a mercados no exterior, muitas vezes, acabam por configurar mais uma relação de concorrência que de parceria.

O outro editorial lança luz sobre a proposta de criação de um banco de desenvolvimento dos BRICS, considerado o primeiro esforço pró-ativo do agrupamento. Ao mesmo tempo em que a proposta reflete a crescente relevância dos países emergentes no quadro econômico internacional, os países BRICS já esboçam divergências/disputas que ameaçam minar o avanço da proposta.

Parte fundamental de qualquer discussão, você, prezado(a) leitor(a), é o protagonista do esforço do Pontes de aprofundar sua vocação de promotor de debates relevantes nas áreas de comércio e desenvolvimento sustentável. Por isso, gostaríamos de convidá-lo(a) a comentar as notícias publicadas no site do Pontes. Caso queira nos escrever um e-mail, o endereço é [email protected].

Esperamos que aprecie a leitura.

A Equipe Pontes

Add a comment

Enter your details and a comment below, then click Submit Comment. We’ll review and publish the best comments.

required

required

optional